100%

Vereador solicita informações sobre liberação temporária para comerciantes de outras cidade explorarem Pederneiras

Vereador solicita informações sobre liberação temporária para comerciantes de outras cidade explorarem Pederneiras Vereador Adriano do Postinho em sessão ordinária da CM de Pederneiras
Nesta segunda-feira (16), a Câmara Municipal realizou a 37ª Sessão Ordinária e uma das matérias de debate do Expediente foi o requerimento apresentado pelo vereador Adriano do Postinho, questionando o departamento de Fiscalização da Prefeitura Municipal, sobre o funcionamento da liberação temporária para comerciantes de outros municípios aplicarem suas atividades em Pederneiras. No documento citou exemplos como: os vendedores de carvão, verduras, legumes e outros que realizam a venda nas ruas e avenidas.
Outro questionamento do parlamentar é saber se tais comerciantes, de fora, estão recolhendo impostos em nossa cidade.

O vereador afirmou que só no último fim de semana, eram aproximadamente seis peruas vendendo carvão em Pederneiras. Em contato, com pelo menos três desses comerciantes, o total vendido seria de 35 sacos.

Segundo Adriano do Postinho, inúmeros comerciantes estabelecidos estão se sentindo prejudicados com essa concorrência que aparenta ser desleal, pois os mesmos contratam funcionários do nosso município, pagam todos os seus impostos aqui, geram renda e empregos, enquanto outros vem de fora do município, aos finais de semana ou feriados prolongados e levam grande parte da renda que poderia ser aplicada no comércio local.

“Eu não sei se pessoal que está vindo vender carvão paga algum tipo de tarifa para estar ali. Mas, é interessante... Existe algum tipo de fiscalização? Existe algum tipo de contribuição? De imposto que é pago para que o município não seja tão onerado? É isso que gostaríamos de estar sabendo”, afirmou o autor do requerimento. Lembrando que o fato se repete com verduras e legumes.

O vereador Danilo Alborghetti complementou Adriano do Postinho mencionando vendedores de móveis e até foodtroucks que deveriam ser fiscalizados. “Vem de fora, ficam dois dias, levam renda que poderia ser do nosso comércio”, disse Alborghetti.

O requerimento foi aprovado.
Protocolos desta Publicação:Criado em: 17/10/2017 - 15:17:07 por: Patrícia Sanchez - Alterado em: 18/10/2017 - 10:04:02 por: Patrícia Sanchez

Notícias

Câmara aprova quatro matérias
Câmara aprova quatro matérias

Lei Complementar que regulamenta distritos industriais; anulação em nome de avenida e revogação da gratificação assiduidade na Câmara

Confira o resumo da sessão legislativa desta segunda-feira (06)